As pessoas procuram outras formas de ganhar dinheiro no meio da crise, sendo que a mais procurada têm sido a revenda de produtos importados. Alguns destes produtos importados podem ser até mais de 200% mais baratos que no Brasil.

Devido a facilidade em vender esses produtos, saber como importar para revender é muito importante para aumentar o lucro com as vendas.

Mercado consumidor

Para começar com a revenda de produtos, o ideal é iniciar com produtos que sejam mais baratos que possam ser vendidos mais facilmente.  É preciso pensar no que gostaria de vender e quem estará interessado nele.

Recursos financeiros

Quando os recursos financeiros para o investimento em produtos importados são mais limitados, o escolher é escolher produtos que não sejam muito caros. No início, o ideal é começar com produtos de baixo valor, que fiquem dentro da margem de gastos, de um jeito mais sustentável, e depois incluir produtos de valores mais altos, se quiser.

Quem possui uma maior possibilidade de investimento pode diversificar no tipo de produtos para a venda. Porém, ainda é preciso se focar e escolher menos de 5 produtos, com a possibilidade de os clientes fazerem encomendas de produtos mais específicos.

Os clientes devem sempre ser analisados para escolher aqueles produtos que mais gostam e o público-alvo

Fornecedor  

Para ter sucesso com revenda, antes de saber como importar é necessário encontrar os melhores fornecedores para que os clientes voltem a comprar. Com produtos de qualidade, a imagem do vendedor é positiva, com maior facilidade em fidelizar clientes.

Para achar os fornecedores cervos, é recomendado fazer menores compras em diferentes lojas diferentes para avaliar o preço e tempo de entrega. As pesquisas podem ser feitas com outras pessoas que revendem, em fóruns de importação, grupos nas redes sociais, e ler blogs sobre o assunto.

Também é preciso ter cuidado com a falsificação de produtos, principalmente, perfumes e roupas de marcas famosas.

Preço sobre o produto

Quando se importa produtos para revender, no mínimo deve ser cobrado pelo menos 20% a menos do valor da mercadoria no Brasil. A ideia é procurar conseguir 100% de lucro em cada produto, mesmo com os impostos.

Redirecionando de encomendas

Os redirecionadores de encomendas para compras internacionais são indicados para a compra em lojas que não fazem envios de produtos para nosso país, por causa das restrições das próprias marcas dos produtos para o Brasil.

Isso pode ser feito por empresas estrangeiras que recebem a encomenda para depois mandar para o Brasil. A grande vantagem é poder comprar qualquer coisa no exterior.

Estoque ou dropshipping

No caso de as vendas serem realizadas em lojas físicas, o ideal é fazer estoque. Mesmo que seja pequeno, vai evitar a perda de vendas. Muitas pessoas gostam de fazer suas na hora, não tendo paciência para esperar pela compra.

No caso da revenda pela Internet e/ou falta de espaço, o ideal é a forma de dropshipping. Por meio dele, não é preciso manter estoque, pois os produtos ficarão em catálogo online ou página na web.

Basta escolher o que parecer melhor.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *